O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Participante, assista e certifique a Jornada de Liderança!
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






23/03/2012
RH » Responsabilidade Social » Notícia Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Avanços do Brasil em desenvolvimento sustentável recebe elogio no 3º Fórum Mundial de Sustentabilidade

"Fiquei contente ao ver as mudanças ocorridas no Brasil nos últimos 25 anos. Os olhares do mundo, desde aquela época, já estavam voltados para a Amazônia e os riscos que ela enfrenta. A visita que fizemos à cidade de Cubatão, que 27 anos atrás era um terrível modelo de poluição industrial, destaca um exemplo de que podemos mudar as coisas com políticas ambientais e tecnologia. Cubatão está diferente." Foi assim que Gro Brundtland,ex-primeira ministra da Noruega, abriu sua fala em entrevista coletiva durante o 3º Fórum Mundial de Sustentabilidade que acontece em Manaus. O evento é promovido pelo LIDE - Grupo de Líderes Empresariais, com organização da XYZ Live.

Sobre a Rio +20, que acontece em junho, Gro disse esperar que o encontro atenda expectativas não alcançadas anteriormente. "O mundo precisa superar as dificuldades de negociação em bloco durante a Rio+20. A agenda da conferência do Rio é muito mais ampla e os países estão investindo em negociações mais próximas, olho a olho. O Brasil tem a responsabilidade pela Rio+20, mas vamos ajudar o Rio a identificar os problemas ambientais e sociais que são relevantes para todo o mundo".

Pré-sal
Gro recomendou cautela ao Brasil na exploração das jazidas de petróleo descobertas recentemente na camada do pré-sal, pois há uma série de riscos ambientais relacionados à atividade petrolífera. "Nos últimos 50 anos, as perfurações em mar aberto têm gerado vários problemas. A Noruega é um dos países que têm feito esse tipo de exploração, e aprendemos muitas coisas. O importante é fazer uma avaliação geral em todos os aspectos antes de começar a perfuração. É preciso verificar as consequências para o meio ambiente", afirmou. Deste modo, deixou uma sugestão ao governo brasileiro: fazer avaliações sobre os recursos envolvidos antes do início das perfurações, para evitar danos ambientais. "Uma das coisas que o Brasil pode fazer é consultar outros países que fizeram esse mesmo tipo de perfuração em águas profundas, para absorver experiências negativas e positivas. A Noruega é um desses países", completou.

Sustentabilidade
Questionada se a palavra sustentabilidade é corretamente aplicada, a ex-ministra lembrou "sustentabilidade é uma palavra que pode ser vazia ou significar a busca pela erradicação da pobreza, pela igualdade social e o respeito ao meio ambiente. Tudo isso faz parte do conceito de desenvolvimento sustentável. Precisamos observar o que as pessoas estão fazendo nesse conceito, e não as palavras que elas estão usando".

Sobre o LIDE - Fundado em junho de 2003, o LIDE - Grupo de Líderes Empresariais possui oito anos de atuação, registrando crescimento de 700%. Atualmente são 920 empresas associadas (com os braços regionais e internacionais), que representam 46% do PIB privado nacional. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.

 

Fonte: CDN São Paulo

 

Palavras-chave: | Grupo de Líderes Empresariais | Gro Brundtland | responsabilidade social |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.