O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






06/04/2016
RH » Qualidade de Vida » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

A “beleza da segurança” no ambiente de trabalho

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Quando o assunto é Segurança no Trabalho, o Brasil demonstra que precisa fazer um check-up urgente e adotar ações eficazes para garantir a integridade de seus profissionais. Apenas para se ter uma ideia, dos cinco milhões de incidentes que aconteceram em ambientes laborais - no período compreendido entre os anos de 2007 a 2013 - data da última atualização do anuário estatístico da Previdência Social, 45% das ocorrências culminaram em morte, invalidez permanente ou afastamento temporário do emprego. Como consequência, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) precisou arcar com indenizações para as vítimas que chegaram a uma cifra de R$ 58 bilhões.

Se do ponto de vista do Governo Federal isso já é preocupante, para as empresas que veem seus funcionários vitimados de acidentes, as consequências não são menos preocupantes, pois existem outros ônus: os profissionais precisam se ausentar permanente ou temporariamente; possivelmente outro funcionário precisará ser deslocado de função ou ficará sobrecarregado de atividades; o clima organizacional é prejudicado, uma vez que o sentimento de insegurança pode instalar-se no dia a dia; a produtividade é prejudicada, enfim, todos perdem: funcionários, empresas e a própria sociedade.

Se por um lado os dados oficiais mostram uma realidade que assusta, por outro encontramos empresas que têm investidos em ações contínuas, objetivando reduzir e evitar os acidentes no dia a dia dos colaboradores. Um exemplo a ser dado, acontece com a Embelleze - organização brasileira que atua no mercado há quase cinco décadas. Com sede no Estado do Rio de Janeiro, a Embelleze conta em seu portfólio produtos para os cabelos tanto profissional quanto varejo, com destaque para as marcas Novex e Maxton. A companhia tem filiais nos Estados Unidos e Portugal, e seus produtos estão presentes em mais de 30 países como Inglaterra, Espanha, Holanda, Venezuela e Angola.

A BELEZA DA SEGURANÇA - De acordo com Sandra Ribeiro, gestora de Desenvolvimento Humano Organizacional (DHO), a Embelleze sempre se preocupou com a segurança de seus colaboradores. Contudo, nos últimos seis anos, é possível afirmar que houve um investimento mais significativo nesta área. Uma das principais razões para isso foi a necessidade de atendimento à legislação e a preocupação em reduzir e até mesmo eliminar os acidentes na área fabril. "Nosso foco principal foi atuar na área de treinamento, visando a conscientização dos colaboradores para executarem as atividades do dia a dia de forma segura, bem como a adequação da estrutura e a aquisição de equipamentos que proporcionaram melhores condições de trabalho", comenta Ribeiro, ao acrescentar que o departamento responsável pela Segurança do Trabalho é a QSMA (Qualidade, Segurança e Meio Ambiente), que possui interação com o DHO em ações específicas.

Vale destacar que as ações de Segurança do Trabalho são direcionadas a todos os colaboradores da empresa. Contudo, o principal público-alvo são aqueles que integram a área operacional, assim como os terceirizados que executam trabalho na área fabril, devido à maior exposição aos riscos ocupacionais.

SEGURANÇA NA PRÁTICA - Sandra Ribeiro explica que para garantir a segurança interna na empresa, primeiramente é realizado um levantamento de todas as atividades executadas no ambiente fabril. A partir desse ponto, a Embelleze consegue listar todos os possíveis riscos de cada uma das atividades realizadas, além de identificar as possíveis fontes geradoras e as medidas de controle que podem ser adotadas para mitigar e até mesmo eliminar os perigos existentes.

Dentre as ações que contribuem de forma efetiva para a segurança dos colaboradores, a empresa adota várias iniciativas. Uma delas acontece logo durante o processo de integração dos novos colaboradores, momento em que o técnico de Segurança do Trabalho orienta sobre os procedimentos internos de segurança. "Nos focamos na importância e na obrigatoriedade do uso dos EPI's - equipamentos de proteção individual, bem como na prevenção de acidentes e na comunicação que deve ser realizada em situações de emergência", assinala a gestora de Desenvolvimento Humano Organizacional.

Já o treinamento de profissionais terceirizados é ministrado pelo técnico de Segurança do Trabalho e isso acontece após a análise preliminar dos riscos associados ao serviço contratado. O treinamento costuma ser verbal com duração de aproximadamente 30 minutos, além de ser registrado por lista de treinamento específica.

BRIGADA DE INCÊNDIOS - Para casos de acidentes internos, a empresa conta com o apoio da Brigada de Incêndios da Embelleze que é formada por 51 colaboradores distribuídos por todos os setores da fábrica e que participam dos treinamentos práticos e teóricos de forma voluntária. Esta equipe é treinada pelo técnico de Segurança do Trabalho que, além da formação técnica, possui a qualificação de bombeiro civil. O treinamento da Brigada de Incêndios consiste principalmente em preparar os brigadistas para atuarem na prevenção de acidentes, combate a princípios de incêndio, evacuação de área e medidas básicas de primeiros socorros.

"Existe um cronograma anual de simulados de evacuação de área que é realizado em cada setor da área fabril. Este simulado é conduzido pelo técnico de Segurança com o apoio do setor de Meio Ambiente. Já no escritório, os treinamentos ocorrem sem previsão e programação", cita Ribeiro, ao complementar que são realizadas inspeções semanais ocorrem em todos os setores operacionais da fábrica, onde são avaliados os itens de atendimento às normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Previdência Social, buscando identificar, mitigar e eliminar possíveis desvios. Quando algum desvio é localizado, o Setor de Segurança informa aos responsáveis da área e se analisa a melhor medida a ser tomada para cada situação.

Segundo a gestora de DHO, todas essas ações são recebidas de forma muita positiva, pois evidenciam a preocupação real que a empresa possui em manter a integridade física e mental de seus colaboradores, que são o seu maior patrimônio. "Ultimamente, a companhia verificou que o colaborador busca espontaneamente o apoio da Segurança do Trabalho para definir a melhor forma de realizar atividades específicas. Esta tem sido, na visão dos dirigentes da companhia, mais uma prova de que o trabalho de conscientização esta sendo bem aceito", conclui a gestora de Desenvolvimento Humano Organizacional da Embelleze.

 

Palavras-chave: | Embelleze | Sandra Ribeiro | acidente no trabalho | qualidade de vida no trabalho |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.