O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






30/05/2016
RH » Grupos » Entrevista Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Ser gentil no trabalho gera resultados positivos!

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Existe um ditado popular que diz "Gentileza gera gentileza" e se pararmos para observar que se colocado em prática, o ato de ser gentil com o próximo pode, de fato, gerar efeitos positivos nas relações humanas, inclusive no dia a dia corporativo. Não estamos nos referindo aqui ao excesso de "atitudes bajuladoras", pelo contrário, pois esse tipo de comportamento compromete as relações e até a própria imagem do profissional.
Para a consultora organizacional e coach Roberta Omeltech, ser gentil significa expressar diariamente o respeito, a leveza e a educação. É colocar-se no lugar do outro e ser uma pessoa que contagia os que estão ao redor, é ser alguém que os outros gostam de ter a companhia não somente no ambiente de trabalho, mas em qualquer ocasião.
"Infelizmente, estamos vivendo um momento ‘geral' onde a grande maioria das pessoas encontra-se mais amarga e sem paciência com seus pares, com quem convive diariamente. Hoje, tudo é motivo para pessoa "explodir" e na grande maioria das vezes, isso acaba acontecendo em ambientes inadequados e com qualquer pessoa, o ‘filtro' e o bom-sendo têm estado ausentes em muitas situações, inclusive nas relações do trabalho", alerta a consultora, durante entrevista concedida ao RH.com.br. Durante a conversa dela com a nossa Redação, Roberta fala os efeitos que a prática da gentileza gera ao dia a dia organizacional. Boa leitura e até breve!


RH.com.br - O relacionamento interpessoal tem sido apontado como um dos fatores que contribui para a melhoria dos resultados corporativos. A gentileza fortalece a relação entre as pessoas?
Roberta Omeltech - A gentileza como já se diz gera gentileza. É a Lei da Ação e Reação, ou seja, a maneira como você trata as pessoas muito provavelmente é como será tratado. Se você "devolve" um atendimento ruim da mesma maneira - o fato é que também será tratado da mesma forma. Ser gentil gera leveza, confiança e aproxima as pessoas para relações mais agradáveis.

RH - O que significa ser gentil com o colega de trabalho?
Roberta Omeltech - Significa expressar diariamente o respeito, a leveza e a educação. Colocar-se no lugar do outro e ser uma pessoa que contagia, ser alguém que os outros gostam de ter a companhia não somente no ambiente de trabalho, mas em qualquer ocasião.

RH - A gentileza no trabalho anda em "alta" ou se encontra escassa nas empresas?
Roberta Omeltech - Infelizmente, estamos vivendo um momento "geral" onde a grande maioria das pessoas encontra-se mais amarga e sem paciência com seus pares, com quem convive diariamente. Hoje, tudo é motivo para pessoa "explodir" e na grande maioria das vezes, isso acaba acontecendo em ambientes inadequados e com qualquer pessoa, o "filtro" e o bom-sendo têm estado ausentes em muitas situações, inclusive nas relações do trabalho.

RH - E o que tem levado as pessoas a se comportarem dessa forma?
Roberta Omeltech - A pressão externa, os problemas, a rotina que "engole" faz com que as pessoas tenham sempre a sensação de que o dia precisaria ter mais horas, de que não são compreendidas. Ou seja, as pessoas vivem querendo agradar os outros, enquanto que na realidade nem elas sabem mais quem realmente são. Existe uma inversão de valores, conflitos de identidade, frustrações e falta da inteligência emocional.

RH - Ser gentil é questão de mudança de hábito?
Roberta Omeltech - Ser gentil pode ser uma mudança sim, inclusive de hábitos. Existem pessoas que reclamam tanto da vida desde "sempre" e que se você disser para alguma delas: "Para de reclamar!". Ela rapidamente vai responder: "Não estou reclamando, é apenas um comentário". Para muitos é difícil elogiar e mais difícil ainda é receber elogios. O ser humano tem também uma grande dificuldade de olhar "olho no olho" e isso estreita as relações, os olhos são espelho da alma e muitos se intimidam nessas circunstâncias. A maneira como a pessoa foi criada, o ambiente externo, a forma como ela enxerga o mundo faz com que ela seja mais leve ou não. Experimentar novos comportamentos pode sim ser muito benéfico.

RH - Quem exercita a gentileza, coloca em prática quais competências ou comportamentos?
Roberta Omeltech - Eu destacaria: liderança, automotivação, trabalho em equipe, criatividade, empatia, comunicação efetiva, adaptabilidade, bom humor e, logicamente, relacionamento Interpessoal.

RH - De que maneira as empresas podem estimular a gentileza?
Roberta Omeltech - Mostrando os benefícios que o time terá no dia a dia. O exemplo deve ser de cima para baixo, devem ser geradas ações de impacto que promovam o ‘choque' e a experiência real. O adulto aprende dessa maneira: teoria é bom, mas a prática é fundamental para a mudança de comportamento.

RH - Quais os benefícios que a gentileza traz às organizações e aos profissionais?
Roberta Omeltech - São vários os benefícios que podem ser destacados. Mas alguns são, sem dúvida alguma, têm peso diferenciado para os resultados corporativos como, por exemplo: melhoria do relacionamento Interpessoal; estímulo ao trabalho em equipe; geração de um ambiente mais leve; presença de índices mais elevados de motivação entre as pessoas; e a presença do respeito entre os colegas de trabalho.

RH -
Existem limites para ser gentil com alguém, quando estamos no ambiente de trabalho?
Roberta Omeltech - Podemos afirmar que o limite você mesmo é quem precisará observar. É sempre importante que as pessoas pensem no equilíbrio e no bom-senso para as situações que vivenciam. Se errar, não há problema algum em se desculpar com a outra parte, pois isso além de evitar um possível conflito vai proporcionar amadurecimento individual.

RH - Nas organizações, quem deve ser o primeiro a dar o exemplo de gentileza?
Roberta Omeltech - Podemos dizer que a liderança é fundamental para dar exemplo na empresa. Isso porque líder deve ser a pessoa que inspira, estimula e incentiva. Um líder que lidera pela atitude, pelo exemplo sem dúvida alguma terá melhores resultados, inclusive nas pequenas ações e gentilezas que forem praticadas.

RH - Onde entra a área de RH, quando o assunto em questão é gentileza no trabalho?
Roberta Omeltech - A área de Recursos Humanos deve ouvir os envolvidos, estar mais próximo do time. O profissional de RH deve lembrar sempre dos Recursos Humanos e valorizá-los. É preciso desenvolver as pessoas, pois elas não nascem prontas. Elas gostam de serem incentivadas, de aprenderem algo novo e terem reconhecimento pelo trabalho que realizam.

 

Palavras-chave: | Roberta Omeltech | equipe | relacionamento interpessoal |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.