O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






05/09/2016
RH » Grupos » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Os oito fatores que aumentam a união do grupo

Por Luiz Lopes de Medeiros Duarte Júnior para o RH.com.br

Um grupo é definido como dois ou mais indivíduos, interdependentes e interativos, que se juntam visando à realização de objetivos específicos.

O grupo é um instrumento para o indivíduo. O indivíduo, consciente ou inconscientemente, usa o grupo e as relações sociais do grupo como instrumentos para satisfazer suas necessidades.

Por que as pessoas se reúnem em grupos?

A) Motivo - Segurança.
Benefício - Quando se agrupam, as pessoas podem diminuir a insegurança decorrente da sensação de que "estão sós". Elas se sentem mais fortes, têm menos dúvidas e se tornam mais resistentes às ameaças.

B) Motivo - Status.
Benefício - A inclusão em um grupo considerado importante pelos outros proporciona reconhecimento e status para seus membros.

C) Motivo - Autoestima.
Benefício - Os grupos podem conferir sensação de valor próprio. Ou seja, além de demonstrar status para as pessoas que não pertencem ao grupo, a filiação faz com que seus membros se valorizem perante os demais.

D) Motivo - Associação.

Benefício - Os grupos podem satisfazer necessidades sociais. As pessoas apreciam a interação constante pelo fato de pertencerem a um grupo. Para muitos, essas interações no trabalho são a principal fonte de atendimento das necessidades de associação.

E) Motivo - Poder.
Benefício - Aquilo que não pode ser obtido individualmente quase sempre se torna possível por meio da ação grupal. Existe poder no agrupamento.

F) Motivo - Realização de metas.
Benefício - Há tarefas que demandam mais de uma pessoa; elas requerem a combinação de diferentes talentos, conhecimentos ou poderes para a realização de uma meta. Nessas circunstâncias, os administradores do grupo dependem da utilização de um grupo formal.

As Normas do Grupo

Cada grupo estabelece as próprias normas. Por exemplo, as normas podem determinar a maneira adequada de se vestir, a hora apropriada de fazer brincadeiras, e quais amizades cultivar. Normas tratam de como os participantes devem se comportar no grupo, e dizem aos seus integrantes qual o comportamento aceitável para levar adiante os objetivos do grupo e manter sua existência.

"Siga esta norma porque, se não o fizer, o grupo será de alguma forma prejudicado!"; "Não puxe o saco!"; "Não seja exibido!".

As normas nem sempre são faladas abertamente pelos membros do grupo. Muitas vezes as normas são subentendidas, e o novo integrante precisa perceber a norma para não descumpri-la.

Se uma norma for quebrada, os participantes do grupo em geral reagem de forma negativa, seja com um olhar, um comentário, ou mesmo um castigo físico. As pessoas que desrespeitam seguidamente as normas são submetidas ao pior dos castigos: são ignoradas e consideradas como inferiores. Logo, estão expulsas do grupo.

A utilização de normas dentro de um grupo pode ser um fator bom ou ruim. Será bom quando servir para unir o grupo e não permitir que comportamentos anti-produtivos venham a ser praticados. Será ruim quando permitir que comportamentos que já foram, um dia, produtivos, continuem a ser praticados, mesmo sem qualquer serventia.

A maior parte dos grupos tem normas sobre o quanto de esforço e de resultados deve ser exigido dos seus participantes. Quanto mais tempo o grupo trabalhar junto, maior a probabilidade de desenvolver um número maior de normas para orientar o comportamento de seus integrantes.

Os Valores do Grupo

Enquanto normas são ideias, compartilhadas pelos membros do grupo, sobre um tipo de comportamento correto a ser seguido dentro do grupo, os valores são noções mais profundas do comportamento ideal que deve ser visado.

Exemplo: um valor de uma família da índia é que a escolha do casamento e da profissão do filho seja feita pelos mais velhos, tendo em mente o bem geral da família. Já os ocidentais têm um valor diferente, pois ensinam desde cedo às crianças a ouvir sua consciência e a fazer escolhas de acordo com ela.

Não se pode dizer que o valor de um está certo, e o de outro está errado, pois os valores são construídos de acordo com a criação, a cultura em que se vive, e outros distintos aspectos que cada pessoa traz consigo.

A Coesão Grupal

Coesão é o grau em que os membros são atraídos entre si e motivados a permanecer como grupo. A coesão é importante porque está relacionada com a produtividade, pois quanto maior a coesão, mais intensamente os membros buscarão alcançar os objetivos, desde que as normas de desempenho sejam de alto nível. Quando a coesão e as normas de desempenho são fracas, o desempenho do grupo será fraco.

Oito fatores que aumentam a união do grupo

A "união" é o grau com que os integrantes do grupo passam a gostar uns dos outros.

1 - Vamos socializar! - Quanto mais frequentes as interações entre pessoas, maior a probabilidade de que se desenvolvimentos sentimentos positivos mútuos.

2 - Good vibes - Quanto maiores os sentimentos positivos entre as pessoas, mais frequentemente elas interagirão. "Se você gosta de alguém, provavelmente vai passar mais tempo com essa pessoa que com outros que não gosta."

3 - Um único sonho para todos. A união do grupo aumenta quando existe um objetivo comum a todos.

4 - Quem é o vilão? A união do grupo aumenta quando existe um inimigo comum.

5 - Não é pra qualquer um. Aumentar o status do grupo e a percepção de que é difícil ser admitido como membro.

6 - O grupo como unidade. A união do grupo aumenta quando a frequência das interações com outros grupos é baixa.

7 - Sem picuinhas. Quanto mais fácil e frequentemente as diferenças forem resolvidas de modo satisfatório para os membros, maior será a união do grupo.

8 - Um ganha, todos ganham. Recompensar o grupo em vez de seus membros individualmente.


As Consequências da União

- Quanto mais unido o grupo, mais semelhante será a produção individual dos seus participantes.
- Quanto mais unido o grupo, mas ele se esforçará para respeitar as normas relativas à produtividade.
- A união não garante a produtividade elevada, apenas nivela a produtividade entre os integrantes do grupo.
- Portanto, se o grupo está de acordo e segue a liderança, quanto mais unido, mais produtivo.
- Um grupo unido terá alto grau de satisfação geral.

 

Palavras-chave: | equipe | relacionamento interpessoal | aprendizagem |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.