O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






05/09/2016
RH » Notícia Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Governo amplia prazo de saque do Abono Salarial (ano-base 2014) para 30 de dezembro

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, participou nesta quarta-feira (31/08) da abertura da reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), quando foi solicitada pelas bancadas uma nova prorrogação do prazo para os trabalhadores retirarem o benefício do Abono Salarial do exercício 2015/2016.

O primeiro prazo havia vencido em 30 de junho, e havia sido prorrogado pelo governo federal para terminar dia 31 de agosto. O ministro garantiu aos conselheiros que iria discutir o assunto dentro do governo e, mais tarde, anunciou que iria estender o prazo para 30 de dezembro de 2016, como acertado na reunião. A Resolução nº 772, do Codefat, publicada no Diário Oficial da União do dia 1º de setembro, ratificou o novo prazo até o fim do ano.

São quase um milhão de trabalhadores que ainda não sacaram o benefício de um salário mínimo a que têm direito. "Fizemos uma intensa campanha na mídia e junto às entidades laborais e patronais e, até esta data, foram pelo menos 200 mil trabalhadores que sacaram o abono, após o prazo final de 30 de junho. Tenho certeza que vamos alcançar uma boa fatia desses um milhão de trabalhadores que ainda não sacaram com a ampliação do prazo para o final do ano", ressaltou.

Numa campanha inédita, o Ministério do Trabalho disponibilizou consulta por CPF no seu site para que o trabalhador possa saber se tem direito ao benefício. Outra opção ofertada foi a lista nominal, disponível para consulta por estado e município, que totalizou mais de 2,3 milhões de acessos. Além disso, a Caixa encaminhou 39 mil mensagens de SMS e o Ministério outros 90 mil emails, a cerca de 700 mil trabalhadores em todo o país. Foram realizadas chamadas diárias nas mídias sociais e em releases enviados aos meios de imprensa sobre a campanha.

Com isso, de um universo de 1,2 milhão de trabalhadores que ainda não haviam sacado o Abono Salarial até o prazo normal, outros 200 mil tiveram acesso ao benefício de R$ 880. "É um valor substancial, principalmente para aquele trabalhador de baixa renda, que é o alvo da política pública.", avaliou o ministro.

Abono Salarial PIS/PASEP - Têm direito ao benefício os empregados que tenham recebido, de empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), até 2 (dois) salários mínimos médios de remuneração mensal; tenham exercido atividade remunerada pelo menos durante 30 (trinta) dias no ano-base 2014; estejam cadastrados há pelo menos 5 (cinco) anos; é que tenham sido informados corretamente na Relação Anual de Informação Social - RAIS.

Informações por telefone:
- Alô Trabalho, pelo telefone 158 do Ministério do Trabalho
- Caixa, pelo número 0800-726 02 07
- Banco do Brasil, pelo número 0800-729 00 01

Informações pela internet:
- No site do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br), clicando no banner "Abono Salarial", localizado na parte superior da tela. Nesse local está a lista dos trabalhadores com direito ao abono que ainda não fizeram os saques. Essa relação está dividida por estado e município. Os nomes dos trabalhadores estão em ordem alfabética.
- No site abonosalarial.mte.gov.br/, que disponibiliza uma ferramenta pela qual é possível saber se o trabalhador tem direito ao abono digitando o número do PIS/Pasep ou CPF e a data de nascimento.


FONTE: Assessoria de Imprensa - Ministério do Trabalho

 

Palavras-chave: | Ministério do Trabalho | Ronaldo Nogueira | PIS | PASEP |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.