O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






15/08/2016
RH » Notícia Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Atividade do comércio registra retração no período de férias escolares

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, julho de 2016 entra para a história com a pior retração de toda a série, na comparação interanual com julho de 2015. No desempenho comparativo entre janeiro a julho/2016 e igual período de 2015, o indicador manteve-se também em patamar histórico de retração nas atividades do comércio.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, uma combinação de fatores críticos às vendas do comércio tem mantido a atividade varejista estagnada, entre elas: o baixo nível de confiança do consumidor; a manutenção da elevada taxa de desemprego; as condições restritivas do crediário, derivadas da inadimplência e alta do crédito; e o aumento da inflação, principalmente dos alimentos.

Nas comparações interanuais, tanto acumulada (janeiro a julho 2016/2015), quanto mensal (julho16/julho15), a maior retração se deu no comércio de veículos, motos e peças; a segunda maior queda foi das lojas comércio de tecidos, vestuário, calçados e acessórios; seguida pelas vendas de móveis, eletrodomésticos e informática.

Outras retrações, nesses períodos comparativos, ocorreram em supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas e nas lojas de material de construção. A exceção a esse comportamento de retração foi a venda de combustíveis e lubrificantes, que se manteve em crescimento nesses períodos.

Na comparação mensal, o comércio de tecidos, vestuário e calçados registrou a maior retração em julho/2016, quando comparado a junho/2016, na série ajustada sazonalmente (-1,3%), seguida pela retração nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-0,5%) e veículos, motos e peças (-0,3%). Em contrapartida, combustíveis e lubrificantes e materiais de construção registraram aumento de vendas em relação ao mês anterior.

Metodologia do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio

O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian. As consultas (nas formas de taxas de crescimentos) são tratadas estatisticamente pelo método das médias aparadas com corte de 20% nas extremidades superiores e inferiores. Com as taxas de crescimento tratadas e ponderadas pelo volume de consultas de cada empresa comercial é construída a série do indicador. A amostra é composta de cerca de 6.000 empresas comerciais e o indicador, com início em janeiro de 2000, é segmentado em seis ramos de atividade comercial.


FONTE: Serasa Experian

 

Palavras-chave: | Serasa Experian | Comércio | desemprego |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.