O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






26/09/2016
RH » Comunicação » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Beba água na fonte

Por Luciano Muchiotti para o RH.com.br

O dia a dia das pessoas está se tornando cada vez mais veloz. Com relação às informações então, nem se fale, as notícias surgem num piscar de olhos, quando menos nos damos conta uma nova notícia já circulou centenas de milhares de caixas de e-mail, redes sociais etc.

E, não há um bom filtro para isso, ou seja, em que as pessoas recebem somente notícias boas. Aliás, ultimamente as notícias ruins são fortes concorrentes, e isso gera desconforto, insegurança, medo etc., uma série de sentimentos que se misturam e muitas vezes deixam nossa semana, nosso mês instável.

Bem, mas o grande objetivo desse tema é demonstrar o quanto é importante filtrarmos essas notícias, seja ela qual for. Alguns até conseguem dar menos atenção, e automaticamente não são tão bombardeados, porém nem sempre isso é possível para a grande maioria das pessoas.

O tema que aliás, é bem sugestivo é provocativo no sentido de nos levar a sermos um pouco mais rigorosos sobre tudo aquilo que ouvimos no dia a dia e que nos desperte algum sentimento.

Tive a oportunidade de conhecer e trabalhar com gerente que dizia isso com muita frequência, ou seja, quer saber da origem, da verdade, então beba água na fonte.

Pense que embutido nessa notícia esteja seu nome. O primeiro sentimento surge imediatamente, no mínimo um grande susto. Quer seja uma notícia sobre sua empresa, sobre o seu setor de trabalho, sempre há uma origem.

Não é muito simples, mas é importante sabermos de onde partiu a informação. Também não é prática de muitos logo perguntar qual a origem da notícia, mas trata-se de um exercício. É possível saber a origem de toda informação? Penso que alguns assuntos são muito mais complexos, mas outros não.

Normalmente alguém diz que fulano falou algo, imediatamente a ideia é colocar uma vírgula no assunto, e perguntar quem é fulano. Se for uma tentativa de deixá-lo incomodado até por uma maldade, naturalmente haverá um recuo por parte do informante.

Mesmo assim, imaginando que o assunto foi adiante, e já sabendo o nome de onde originou, fica mais fácil chegar até a fonte e beber água limpa, no sentido de questionar os porquês do assunto. Bebendo água na fonte é possível evitarmos uma série de problemas de comunicação, e incômodos.

Pense que quando você for compartilhar um assunto, uma notícia, lembre-se que do outro lado alguém pode querer também beber água na fonte.

A ideia então é que através desta prática de uma forma geral se possa resolver pequenos problemas de fofocas e mal entendidos dentro das organizações. A rádio peão é uma grande ferramenta usada de forma negativa neste sentido.

Que ter menos problemas, beba água na fonte e seja feliz.
Grande abraço!

 

Palavras-chave: | comunicação interna | relacionamento interpessoal | conflito |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.