O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






12/08/2016
RH » Carreira » Notícia Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Pesquisa aponta profissões que driblam a crise no Nordeste

Profissionais que possam trazer melhoria de custo, absorver novas áreas e renegociar dívidas compõem o perfil de executivos procurados pelas empresas do Nordeste nesse momento. A Michael Page, empresa líder mundial em recrutamento executivo de média e alta gerência, parte do PageGroup, identificou quais são posições que estão em alta na região.
"O Nordeste, infelizmente, não difere de outras regiões no país em relação à economia. No entanto, algumas posições ainda seguem com demanda aquecida. É preciso entregar resultados de curto prazo e ter resiliência neste momento desafiador", avalia Leandro Pedrosa, gerente da Michael Page no Recife.

Confira abaixo as oito posições listadas pela consultoria:


Finanças

1 - Gerente de controladoria
Por que está em alta? Comanda toda a área de contabilidade, fiscal e financeira da empresa e será responsável por todos os cortes, ajuste de processo e ganhos de liquidez no caixa da companhia.
Salário: R$ 15 mil a R$ 20 mil

2 - Gerente de planejamento financeiro
Por que está em alta? Fica com toda a parte de rolagem (adiamento de prazo) e renegociação de dívidas além de estar encarregado de buscar novas linhas de crédito e financiamento.
Salário: R$ 10 mil a R$ 20 mil.


Comercial

3 - Gerente comercial
Por que está em alta? Mesmo com o corte de custos em todas as áreas, as empresas precisam expandir receita e ganhar market share no mercado. Este profissional tem fundamental importância nestes aspectos.
Salario: R$ 15 mil a R$ 25 mil.


Tecnologia

4 - Gerente de TI
Por que está em alta? A empresa que possui um sistema de informação bem atualizado, consegue cortar processos e otimizar o quadro organizacional. Esse executivo está valorizado no mercado.
Salário: R$ 10 mil e R$ 20 mil.


Agronegócio

5 - Gerente de Fazenda
Por que está alta? Novo no mercado, o profissional é responsável tecnicamente pelo cultivo (no caso de agricultura) ou pelo rebanho (pecuária), além tratar e desenvolver fornecedores, atuar na gestão financeira e cuidar de novos negócios. É de vital importância para produtividade da fazenda.
Salário: R$ 10 mil a R$ 18 mil.


Logística

6 - Coordenador de Logística
Por que está em alta? A logística tem um peso muito grande no caixa das companhias e por isso é vista como custo. Com a crise, foi uma das áreas afetadas e várias empresas substituíram gerentes por coordenadores para ter uma estrutura mais enxuta.
Salário: R$ 6 mil e R$ 9 mil.

7 - Gerente de Manutenção
Por que está em alta? Devido ao momento econômico desafiador, as empresas optam por priorizar a manutenção de equipamentos em vez de adquirir novas máquinas. Esta posição tem ganhado bastante destaque na crise.
Salário: R$ 8 mil a R$ 16 mil
Recursos Humanos

8 - Gerente de RH
Por que está em alta? O desafio dos RHs é atuar cada vez mais próximo do negócio e, neste contexto de crise, o profissional pode dar contribuições valiosas para a organização como retenção e atração de talentos.
Salário: R$ 8mil - R$ mil.

 

FONTE: Conteúdo Comunicação

 

 

Palavras-chave: | Michael Page | PageGroup | Leandro Pedrosa | desemprego |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.